__________________________________________________________________Localização e estudo do Patacho Pedro Diaz


Documentos do Arquivo Nacional da Torre do Tombo e no Arquivo General de Índias revelam que um Patacho espanhol de Pedro Dias se perdeu numa tempestade em 1608 no concelho de Vila do Bispo, quando regressava à Europa.

Esta tipologia de embarcação é pouco conhecida, embora tenha sido omnipresente na Idade Moderna. O projecto visa responder a diversas problemáticas relacionadas com a construção naval ibérica, a operação de navios durante o período moderno, a vida a bordo e a sociedade coeva, à semelhança do ocorrido em outras embarcações ibero-atlânticas.

Informações locais e mergulhos de prospecção realizados em 2007 permitiram encontrar indícios de um naufrágio do século XVII junto à praia do Martinhal, incluindo pilhas de lastro e peças de artilharia. Em 2012 efectuou-se as primeiras missões de terreno (detecção remota e sondagem) resultando em diversos pontos de interesse e na localização de um naufrágio desconhecido.

Mais informações em: Patacho Pedro Diaz INA blog, Facebook

Entidade responsável: Institute of Nautical Archaeology, Centro de História Além-Mar e Associação Dinamika

Patrocínio: Câmara Municipal de Vila do Bispo

Parceiros: Subnauta e Centro de Investigação Naval

Apoios: Martinhal Beach Resort, Algarve Archaeological Association, Direcção-Geral do Património Cultural, Instituto Portuário dos Transportes Marítimos, OpenWaters, Waterworld Lagos, Honda Marine, VRFotografia

Duração: 2012-2013

Investigadores Responsáveis: George Schwarz e Tiago Fraga

Relatorio de Missão & Despesas. pdf


© Centro de História Além-Mar - FCSH-UNL|UAç